Site Seguro

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha (AHBV VNB) comemorou este domingo, dia 29, o seu 90º aniversário. As cerimónias envolveram mais de uma centena de pessoas, incluindo elementos do corpo e banda de música dos bombeiros, membros da associação, representantes do município, diversas entidades e munícipes. A Sessão Solene ficou marcada pela atribuição da Medalha de Honra do Município a esta instituição.

 

 

As comemorações oficiais começaram cedo com o içar das bandeiras, a que se seguiram a romagem aos cemitérios e uma missa para a comunidade no salão da associação. Às 12h00 deu-se início à Sessão Solene, na rua do edifício sede da AHBV VNB, com uma tribuna de honra composta por mais de três dezenas de representantes do município e diversas entidades.

 

Jorge Gama, comandante em substituição, foi o primeiro a discursar, começando com um pedido de desculpas à sua família, em representação das famílias dos restantes bombeiros. Este destacou o empenho de todos os elementos, o que exige ausências constantes e saídas de casa a qualquer hora. A título de exemplo, deu o aniversário da filha, naquele dia.

Miguel Pombeiro, presidente da Mesa da Assembleia Geral, e António Augusto Ribeiro, presidente da Direção, discursaram em representação da  AHBV VNB. O último fez uma resenha histórica e caraterizou o momento atual, contabilizando 20 elementos da associação, 1958 sócios ativos, 55 bombeiros, 24 infantes e cadetes, 28 elementos da banda, duas turmas da escola de música e um grupo de teatro. No futuro, estão previstos a aquisição de uma nova ambulância e um campo de formação e treino na Atalaia.

 

Os restantes discursos ficaram marcados por palavras de louvor ao espírito de Missão e ao trabalho realizado pela AHBV VNB. Carlos Gonçalves, presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Santarém, antigo comandante dos bombeiros voluntários do concelho, enalteceu a camaradagem e salientou que “quem é bombeiro um dia, é bombeiro toda a vida”. Palavras nas quais se terá revisto o presidente da câmara municipal, que já serviu a causa. Fernando Freire terminou o seu discurso com a voz embargada, referindo que a AHBV VNB “é um orgulho para o concelho e um exemplo para Portugal”.

Ao longo da Sessão Solene multiplicaram-se as condecorações. Os infantes e cadetes foram reconhecidos por se destacarem em concurso a nível nacional, diversos bombeiros receberam Medalhas de Assiduidade pelos anos de serviço efetivo, três sócios de cada freguesia foram agraciados com medalhas de reconhecimento, em certos casos por mais de 50 anos, e alguns elementos da banda e da Direção da associação foram distinguidos com a Medalha de Mérito e Dedicação. O chefe José Lino recebeu o Crachá de Ouro da Liga dos Bombeiros Portugueses, o segundo maior galardão desta entidade.

Um dos pontos altos da cerimónia foi a atribuição da Medalha de Honra do Município à AHBV VNB por Fernando Freire e Rui Picciochi, presidentes da câmara e assembleia municipais, aprovada na última sessão da Assembleia Municipal, a 30 de setembro.

As comemorações do 90º aniversário da AHBV VNB, que começaram no passado dia 07 de novembro, terminaram com a atuação da Banda de Música dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha e um desfile do corpo de bombeiros e motorizado, seguidos de um almoço volante para todos os presentes.

Texto: Sónia Leitão [mediotejo.net]

 

 

Pin It